D. Roberto Mariz em Pigeiros, Guisande e Caldas de São Jorge

Visita Pastoral decorreu de 25 a 30 de junho

A comunidade interparoquial de Nossa Senhora da Assunção de Pigeiros, São Mamede de Guisande e Caldas de São Jorge, da Vigararia de Santa Maria da Feira, sob a orientação pastoral comum do Pe. António Jorge Correia de Oliveira, recebeu de 25 a 30 de Junho a Visita Pastoral de D. Roberto Rosmaninho Mariz, Bispo auxiliar da Diocese do Porto e responsável pastoral pela zona do Douro Sul.

Foi uma semana intensa e repleta de acções de cariz civil, social e pastoral, culminando com a celebração do Sacramento do Crisma de cinquenta e três adolescentes e jovens, que aconteceu na igreja matriz de Caldas de São Jorge no último dia da Visita, Domingo, 30 de Junho.

Com um programa intenso e extenso, a Visita começou na Terça-Feira, 25 de Junho, com uma Eucaristia celebrada em Caldas de São Jorge, onde foi administrada a Unção a uma centena de doentes e idosos. Depois, ao início da tarde, em Guisande, houve lugar ao acolhimento oficial com uma sessão de boas-vindas perante as forças vivas das três paróquias, com representantes do associativismo desportivo, cultura e recreativo, grupos paroquiais e tecido empresarial. Seguiu-se uma celebração campal da Eucaristia e depois um convívio interparoquial com jantar partilhado e animado com dois grupos musicais locais.

Nos dias seguintes houve visitas a algumas empresas locais para o Senhor Bispo tomar contacto com uma amostra da realidade do rico tecido empresarial, não esquecendo o ex-libris destas terras – as termas – onde pudemos, na companhia das autoridades civis, degustar o almoço de quinta-feira, ainda a entidades ligadas ao apoio sócio-caritativo, encontros com os grupos paroquiais, conselhos económicos e pastorais, pastoral familiar, reuniões com catequistas, catequisandos e pais e ainda encontro com os crismandos e padrinhos.

Atento às dinâmicas comunitárias, D. Roberto Mariz teve oportunidade de presidir à Eucaristia solene no lugar de Azevedo de Caldas de São Jorge, em dia de festa de Nossa Senhora de Fátima e de São Pedro, a celebração de umas Bodas de Ouro Matrimoniais em Caldas de São Jorge e a Primeira Comunhão de um menino que em Guisande por motivos de saúde não tinha tido a possibilidade de a celebrar na com os demais colegas. Houve ainda oportunidade para uma visita ao Pe. António Santiago, em Guisande, de idade avançada e debilitado pela doença e assim D. Roberto transmitiu um sinal de atenção, afeto e preocupação por um dos seus membros e que tanto deu à sua Igreja durante os quase 60 anos de pároco, nas paróquias de Palmaz e Travanca, de Oliveira de Azeméis. Foi bonito e marcante.

O contacto com a comunidade foi intergeracional pelo que houve visitas às comunidades escolares do primário e pré-primário e na Sexta-Feira à noite os jovens prepararam uma festa também interparoquial com a Oração de Taizé, em ambiente de reflexão e serenidade, no Parque da Várzea em Pigeiros, em pleno bosque na margem do rio Uíma.

Pelo meio, e dentro da dinâmica diária das três paróquias, D. Roberto celebrou as habituais Eucaristias semanais e ainda as missas vespertinas no Sábado.

Foi, pois, um programa recheado de vivências e convivências, com sementes lançadas por D. Roberto, que com certeza, agora tratadas e acarinhadas, frutificarão na comunidade interparoquial. D. Roberto Mariz relacionou-se com todos num registo de muita cordialidade, proximidade e com uma visão interessada, num papel sempre institucional, mas simultaneamente muito informal facilitando o contacto com todos, das crianças aos mais idosos e fragilizados, passando por jovens e adultos, em ambientes escolares, fabris, comerciais e mesmo não esquecendo o contacto com as periferias ao encontrar-se em ambientes de bairros sociais com os seus contextos e especificidades próprias.

Em resumo, esta Visita Pastoral foi enriquecedora para as comunidades de Nossa Senhora da Assunção de Pigeiros, São Mamede de Guisande e Caldas de São Jorge mas certamente também para o Bispo D. Roberto que, vindo até nós, como Pastor, ficou com certeza com um melhor conhecimento das suas ovelhas, do seu rebanho, das suas dinâmicas, das suas riquezas, dificuldades, anseios e aspirações. Estas jornadas permitem, e assim foi, uma ligação e proximidade nas diversas vertentes da Igreja e seu Povo, numa dinâmica em consonância com o contexto sinodal e de comunhão que pretende ser de caminho comum.

D. Roberto Mariz partiu para outras missões e visitas e nesta comunidade interparoquial já deixou saudades!

https://ci-csjorgeguisandepigeiros.blogspot.com

(inf: comunidade interparoquial de Caldas de São Jorge, Guisande e Pigeiros)