Igreja dos Clérigos apresenta edições de Os Lusíadas

A Irmandade dos Clérigos promoveu na quinta feira 13 de junho, no quadro da sua igreja histórica, um encontro motivado pela exposição de uma das primeiras edições de Os Lusíadas (1572), pertencente ao espólio do Ateneu Comercial do Porto, além de outra preciosa edição datada do século XIX e de duas edições miniaturais do poema.

Na sessão de apresentação, a Professora Rita Marnoto recordou a história das edições do poema, considerando que se verificaram várias edições reformuladas e corrigidas, e que mesmo pelo estudo do respetivo papel de impressão, hoje se sabe que foram impressas mais tarde, considerando que a edição ali apresentada, pertencente ao Ateneu Comercial possui as características que a comprovam como a edição original, que no frontispício tem o pelicano voltado para a esquerda. Fez notar que o Porto está ligado também à presença de edições de Os Lusíadas. Na sessão, apresentada pelo Presidente da Irmandade, Manuel Fernando,  marcaram presença os Presidentes da Direção do Ateneu, Rogério Pereira Gomes, e do Conselho Fiscal Nuno José Leal, e o historiador Joel Cleto, que orientou uma visita a lugares com referências camonianas no Porto, como a Livraria Lello e a Livraria Latina, em Santo Ildefonso.

Assim, o espaço dos Clérigos associa-se também ao início das comemorações do 5.º centenário do nascimento de Camões, proporcionando aos visitantes um contacto com a vida e obra do épico, e procurando assim a ajudar a valorizar a sua obra.