D. Roberto Mariz aponta Caminhos de Santiago visando uma Humanidade nova

D. Roberto Mariz, bispo auxiliar do Porto, apontou os Caminhos de Santiago como “visando uma Humanidade nova”, referindo, segundo a sua própria experiência pessoal, nos seus percursos, até ao Santuário da Capital Galega, pessoas desconhecidas, que de estranhos, se tornam companheiros e até amigos “que se apoiam e ajudam”.

O prelado fez uma intervenção no âmbito da Conferência Caminhos de Santiago, que decorreu no Campus do Porto do Centro Universitário Lusíada Norte, na sexta-feira dia 23 de fevereiro, destacando ainda “a dimensão humana, religiosa, social, cultural e económica dos Caminhos”.

Partilhando a sua experiência pessoal, D. Roberto Mariz, salientou “a importância de termos uma meta na Vida, que nos oriente e guie”. “Sintamos sempre Deus como essa meta”.

“Seja o Caminho de Santiago uma metáfora para sermos uma Humanidade nova, sem mortos nem feridos, mas onde a felicidade se encontra numa cultura do cuidado mútuo e do encontro”, acrescentou o bispo auxiliar do Porto.

No encerramento da Conferência Caminhos de Santiago, D. Roberto deu a bênção do Peregrino para todo o auditório presente e também a uma imagem do Apóstolo Santiago que o organizador da Conferência, Peregrino, Luís Miguel Sampaio, em parceria com a Universidade Lusíada, ofereceu para a Capela da Universidade Lusíada do Porto.

D. Roberto Mariz, Luís Miguel Sampaio, Francisco Castelo Branco, provedor do Aluno e Vice-Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto e o Capelão da Capela da Universidade Lusíada, padre José Paulo, colocaram a imagem do Apóstolo Santiago no Altar, rezando todos em Honra ao Apóstolo Santiago.

Nas palavras de Francisco Castelo Branco, iniciou-se um Ciclo com esta primeira Conferência dos Caminhos de Santiago, que vai ser organizada pela Universidade Lusíada anualmente com oradores nacionais e internacionais, para abordar os Caminhos de Santiago e Marianos do ponto de vista Académico com o objetivo de os melhorar e divulgar.

Assistiram à Conferência pelo Canal do You Tube da Universidade Lusíada do Porto Peregrinos do Brasil, do Canadá e outros países, todos com forte tradição nas peregrinações a Santiago de Compostela.

(inf: Luís Miguel Sampaio, Conferência Caminhos de Santiago, em parceria com a Universidade Lusíada do Porto)