Conferência CCC: “Escutar, o verbo do cuidar”

Decorreu na noite de 20 de fevereiro de 2024 a quinta sessão do ciclo «Vamos com alegria: Juntos por um caminho novo», organizado pelo Centro de Cultura Católica e pelo diaconado permanente portucalense, com a colaboração com alguns Secretariados diocesanos. A sessão, agendada para 6 de fevereiro e então adiada em virtude de um problema técnico, foi preenchida pela conferência «Escutar, o Verbo do cuidar», proferida pelo P. José Nuno Ferreira da Silva. Associou-se a esta sessão o Secretariado Diocesano da Pastoral da Saúde na proximidade da comemoração do Dia Mundial do Doente, evocado numa breve intervenção inicial da Dr.ª Maria do Rosário Rodrigues, diretora do referido Secretariado.

A sessão, realizada por videoconferência e muito participada, atendendo aos 270 dispositivos informáticos ligados, procurou corresponder aos desafios do Plano Diocesano de Pastoral, designadamente quando menciona entre os objetivos pastorais a necessidade de «Promover uma cultura do cuidado».

O P. José Nuno abordou a escuta na perspetiva do cuidado, referindo que “escutar” é o verbo radical da condição humana, enquanto reclama ouvir em profundidade e com intencionalidade. Evocando o «Shema» como expressão da fé judaica, apresentou Deus como Aquele que chama a escutar, porque vê e escuta a tragédia do seu povo e vem visitá-lo, como exprime a mensagem papal para a Quaresma 2024. Estabelecendo relação entre escutar e visitar, teve oportunidade de recensear esta última atitude na Sagrada Escritura e de referir que escutar é criar liberdade em relação ao próprio, de modo a cuidar do outro.

A conferência prosseguiu do verbo “escutar” rumo à escuta do Verbo, Jesus Cristo, para encontrar nele o modo de realizar o cuidado. Dessa escuta decorre o mandamento do amor, o «amarás o teu próximo como a ti mesmo», raiz para situar o horizonte de compreensão do cuidado a partir da escuta. Nesse horizonte o outro emerge na sua precedência e prioridade, ao ponto de cada um ser chamado a colocar o outro no centro de si.

Reportando-se ao II Concílio do Vaticano e nele à constituição pastoral «Gaudium et spes», o P. José Nuno relevou a escuta do Verbo, na medida em que o mistério do homem só se esclarece no mistério do Verbo encarnado. “Escutar” é, pois, a atitude que se impõe e “cuidar” o comportamento decorrente, enquanto verbo definidor da coexistência humana.

Atendendo ao contexto próximo do Dia Mundial do Doente, a conferência ainda se fixou no cuidado do doente, sublinhando o cuidado das relações, e relevou a importância de cuidar com empatia.

Finda a exposição, a reflexão prosseguiu no diálogo subsequente a partir de algumas observações e perguntas deixadas pelos participantes. No fim foi-lhes divulgado o itinerário formativo «Escutar a morte, acompanhar no morrer, cuidar no luto», que se encontra em fase de inscrições e que vai decorrer no Centro de Cultura Católica de março a junho, sob a coordenação do P. José Nuno.

ciclo «Vamos com alegria: Juntos por um caminho novo» suspende a sua atividade em março e abril, para regressar a 7 de maio com a conferência «A cultura do cuidado nas organizações do sector social», a cargo do P. Lino Maia.

Contactos: Rua D. Manuel II, 286, 4050-344 Porto, Tel. 226094639 (rede fixa nacional); Telm. 960004032 (rede móvel nacional); ccc@diocese-porto.ptccc.diocese-porto.pt

(inf: CCC)