Catequese. Encontro Nacional: refletir sobre os «desafios pastorais» do ministério do Catequista

Iniciativa acontece em Ferragudo, no Algarve, de 2 a 4 de abril de 2024

A «Identidade e Ministério do Catequista: Desafios Pastorais» é o tema da 61ª edição do Encontro Nacional de Catequese que reúne no Algarve os responsáveis diocesanos da catequese portuguesa.

“Queremos refletir em conjunto acerca da importância da instituição do Ministério do Catequista entre nós numa altura em que vamos efetivando o percurso Ser Catequista e temos já desenvolvimentos ao nível da formação fundamental destes agentes de pastoral, explica ao EDUCRIS a irmã Arminda Faustino, coordenadora do Departamento de Catequese no Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC).

“Precisamos todos de fazer crescer e solidificar o edifício que é a Igreja de pedras vivas. É o tempo oportuno que hoje o Senhor nos oferece e convida a abraçar para que a alegria do Evangelho chegue a todos”, completa.

Os trabalhos iniciam-se na noite do dia 2 de abril, com a saudação do presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF), D. António Augusto Azevedo, a partir das 21h00.

Às 21h10 o padre Manuel Queirós, da Diocese de Vila Real, traz à reflexão o tema «A identidade do catequista no Diretório e no hoje da Evangelização».

A 3 de abril os trabalhos iniciam-se pelas 10h00, com a conferência «O ministério do catequista nos Documentos “Antiquum Ministerium” e “Ministérios Laicais para uma Igreja Ministerial” e no hoje da Igreja», com o cónego Luís Miguel Rodrigues, da Arquidiocese de Braga.

Após um intervalo os participantes refletem sobre «O catequista instituído na liturgia e na vida da comunidade… a partir do Ritual de Instituição de Catequistas», com a intervenção do padre Carlos Aquino, da Diocese do Algarve.

A tarde é preenchida por um momento de trabalho de grupo que culmina num painel de «Reflexão e partilha sobre a instituição do ministério», com moderação de Eunice Lourenço, do Expresso e Olimpia Mairos, da Renascença.

“Este será um espaço de dinâmica sinodal compartilha das alegrias e esperanças, e que nos podem servir de inspiração para o caminho a trilhar”, completa a irmã Arminda Faustino.

O dia termina com a celebração da eucaristia presidida por D. Manuel Quintas, Bispo do Algarve, na Sé de Faro.

Acompanhamento no site e redes sociais

O EDUCRIS está presente no encontro com presença nas redes sociais Facebook, Instagram e Youtube.

Para ter acesso a fotografias e vídeos basta seguir a hashtag #61ENC criada para o efeito.

(inf: Educris)