Bispo do Porto convoca agentes pastorais de toda a Diocese para o Conselho Pastoral Diocesano

De acordo com o espírito dos estatutos do Conselho Pastoral Diocesano, o Bispo do Porto, D. Manuel Linda, convocou todos os delegados agentes pastorais da Diocese para a primeira reunião ordinária, que se realizou na Casa Diocesana de Vilar, no passado dia 18 de novembro.

À hora marcada fizeram-se sentir presentes os cerca de 60 membros deste Conselho que foram calorosamente recebidos e acolhidos pelo Bispo e Bispos Auxiliares da Diocese.

Este Conselho Pastoral é constituído por representantes eleitos pelo Clero, pelos Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica Religiosos(as), pelos Institutos Seculares, Sociedades de Vida Apostólica, pelas Comissões Diocesanas, pelos Secretariados Diocesanos e Equipa de Coordenação Pastoral, pelos leigos de todas as Vigararias, pelas Associações, Movimentos e Obras, pelos Colégios Diocesanos e membros designados pelo Bispo.

A mensagem inicial de D. Manuel Linda foi de acolhimento e de desafio para um Conselho que se traduz num organismo que reflete a unidade de missão de todo o Povo de Deus e que reflete a comunhão da Igreja diocesana na diversidade dos seus dons, carismas e ministérios.

Como podemos ler nos Estatutos deste órgão, não sendo o único órgão de comunhão ao nível diocesano, tem uma importância relevante na medida em que é a instituição de congregação dos leigos presbíteros e diáconos, religiosos e religiosas e outras vocações, para exame e conselho em tarefas pastorais, na Igreja em particular.

Nesta primeira sessão, além da promoção do conhecimento interpessoal e de experiências e percurso paroquial e de pastoral entre os membros que o constituem, foram abordados e refletidos temas como a Jornada Mundial da Juventude e a renovação da Diocese em espírito de sinodalidade.

Um dos temas mais marcantes e que terá foco no debate em futuras sessões, será a vontade de se dar voz aos jovens, conscientes que são o Povo de Deus do presente, num crescimento de fé responsável. Queremos os jovens ativos na nossa Diocese.

O Conselho Pastoral Diocesano terminou com algumas considerações do Bispo, que semeou no seio do grupo a vontade de que este fórum traga novas ideias e conselhos para o crescimento humano e de fé da Igreja do Porto.

(inf: Conselho Permanente do Conselho Pastoral Diocesano)