Amarante: D. Américo Aguiar desafiou jovens a envolverem-se com entusiasmo na JMJ

D. Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023 e Bispo Auxiliar de Lisboa, participou na iniciativa Pé d’Igreja, em Amarante, num encontro de jovens dinamizado pelo Comité Organização Vicarial no âmbito da preparação para a Jornada Mundial da Juventude, que entre julho e agosto acontecerá em Portugal.

Na celebração da eucaristia, que presidiu ao final da tarde de sábado na igreja de S. Gonçalo, em Amarante, D. Américo Aguiar, incentivando ao envolvimento de todos na JMJ, lembrou a hospitalidade, reconhecida em toda a parte, e que tão bem carateriza o povo português.

“Eles sabem que somos acolhedores, sabem da nossa fama, sabem da nossa gastronomia, sabem da nossa cultura e estão desejosos por vir ao nosso encontro”, comentou, realçando que este encontro de jovens, provenientes do mundo inteiro, precisa da colaboração de todos e torna-se imperativo que cada pessoa assuma como sua esta missão.

“Todos temos uma tarefa, todos temos uma missão a cumprir nesta JMJ e não podemos de modo nenhum vacilar”, acentuou.

D. Américo Aguiar destacou que a JMJ é o maior acontecimento que ocorre em Portugal, reforçando o entusiasmo na alegria do acolhimento generoso que se confia a todos ao receber, em suas casas, nas suas paróquias, cidades, no seu quotidiano a agitação da juventude que vem ao nosso encontro do mundo inteiro.

“A JMJ de Lisboa vai ser uma jornada inesquecível, constituindo uma experiência única na vida. Façam caminho connosco, ajudem-nos como voluntários, como famílias de acolhimento, como mulheres e homens de oração”, apelou.

Ainda na homilia, D. Américo Aguiar desafiou os jovens a sonhar sem medo, a ousar arriscar e assumir um novo futuro.

“É preciso rasgar com aquilo que é costume, inovar e arriscar o que é diferente”, defendeu D. Américo Aguiar.

O Comité de Organização Vicarial de Amarante promoveu, na tarde deste sábado, um Pé d’Igreja em modo Peddy Paper pelas igrejas da cidade envolvendo a participação dos jovens na dinâmica de preparação para as Jornadas Mundiais da Juventude e que contou com a presença e participação especial de D. Américo Aguiar.

A iniciativa, que começou ao início da tarde na igreja S. Veríssimo, arrancou com uma animada conversa com o jovem padre Pedro Guimarães, superior geral em Portugal da Congregação da Missão – Vicentinos.

Durante o caminho pelas ruas de Amarante, com passagem pelas igrejas da cidade, os jovens tiveram a oportunidade de participar em dois encontros/ conversa. O primeiro aconteceu na igreja de S. Pedro, com o jovem médico Francisco Dias e Carlos Mendes, guarda prisional no Estabelecimento de Paços de Ferreira, que falou da experiência da construção dos confessionários para a JMJ naquela cadeia. O segundo foi na Igreja da Misericórdia e contou com a participação de Vítor Lemos, professor EMRC no Colégio de S. Gonçalo. Os jovens passaram ainda pela igreja de S. Domingos, com visita à sede COV na Varanda dos Reis e torre na igreja de S. Gonçalo.

A próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude vai decorrer em Lisboa, entre 1 e 6 de agosto de 2023, antecedida das pré-jornadas nos chamados Dias nas Dioceses, de 26 a 31 de julho, e que permitirá uma experiência de fraternidade com jovens de todo o mundo nas diversas dioceses de Portugal.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo.

(inf: Vigararia de Amarante)