Ursula von der Leyen visitou Taizé e falou da Europa e da sua condição de crente

Foi numa visita ao centro de França, para uma conferência, que a Presidente Da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen qui visitar a comunidade de Taizé. Recebida pelo Irmão Alois, quis conhecer a comunidade ecuménica, falar com os jovens e participar nas atividades que pautam o ritmo das pessoas, afirmando que “a experiência ultrapassou as expectativas”.

Respondendo à pergunta de um jovem de Hong Kong, que pretendia saber que papel tem Deus nas decisões políticas da presidente, deu esta resposta: “Está sempre presente, porque a fé está sempre presente na pessoa que sou”, e no sentido de que tem a noção de que “um dia, terá de prestar contas pelo que fez e deixou de fazer”, afirmando também: “Independentemente daquilo que venha, não posso cair mais fundo que não seja nas mãos de Deus”, exprimindo o sentimento de que Deus está com ela.

Na conferência que pronunciou, apontou três grandes dimensões da sua ação: o compromisso com a paz, o compromisso com o planeta e a solidariedade entre as gerações.

Acentuou que o valor da paz, que é fundador da União, saltou de novo para o centro da política europeia, com os objetivos de assegurar a paz e a segurança na Europa, um dos valores básicos que sustentam a União Europeia, reafirmando o respeito pela Natureza e a solidariedade intergeracional como componentes também do projeto europeu.

(inf: 7 Margens)