Startup da UPTEC com soluções para o ensino avança com contratação de mais 60 pessoas

Foto: Filipa Brito

Atualmente incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, a DreamShaper captou a maior ronda de investimento de uma empresa tecnológica nacional na área da educação. Os 3,5 milhões de euros recolhidos vão permitir à startup avançar para a contratação de mais 60 pessoas ao longo do próximo ano.

De acordo com o Notícias UP, esta ronda de investimento é “a maior alguma vez levantada por uma Edtech portuguesa”. “Especializada na implementação de metodologias ativas de ensino focadas na aprendizagem baseada em projeto, a DreamShaper desenvolve soluções de ensino-aprendizagem ativa, ajustadas às necessidades de cada instituição, desde o ensino básico ao superior e conta já com cerca de um milhão de utilizadores.

Com escritórios em Bogotá, Budapeste, Madrid, Lisboa e São Paulo, é a partir do Porto que a startup aloja a sua equipa de tecnologia. “Após dois anos seguidos a crescer 100%”, avança a Notícias UP, “a empresa espera superar os 2 milhões de euros de faturação em 2022, continuar a apostar no desenvolvimento de produto e reforçar a expansão internacional do negócio.”

“Desde o início que nos cruzámos com pessoas e organizações que acreditaram na nossa visão e capacidade, mesmo no momento em que o mercado não estava totalmente maduro. Quando o setor da Educação começou a precisar e procurar este tipo de tecnologia, já tínhamos a melhor equipa, produto, e know-how para satisfazer esta necessidade”, afirma João Pedro Borges, cofundador e diretor-geral da DreamShaper.