Bispo do Porto celebrou Missa de Sétimo Dia por D. Basílio do Nascimento

Comunidade timorense esteve presente em grande número fazendo memória do bispo de Baucau

No passado dia 6 de novembro, D. Manuel Linda presidiu a uma Eucaristia de sufrágio, no sétimo dia de falecimento de D. Basílio do Nascimento, Bispo de Baucau, em Timor-Leste.

A comunidade timorense do norte de Portugal, fez-se representar em grande número na Sé do Porto, numa celebração onde marcaram presença as autoridades diplomáticas do país, a Doutora Isabel Amaral Guterres, Embaixadora de Timor-Leste em Portugal, e o Comendador António Simões Marques Couto, Cônsul Honorário de Timor-Leste, no Porto.

O Bispo do Porto salientou que D. Basílio do Nascimento foi um Pastor dedicado e generoso, cuja vida testemunhava aquele que é o modo de ser Pastor «com cheiro a ovelha», uma expressão utilizada tantas vezes pelo Papa Francisco. A ocasião foi também oportunidade para recordar Max Stahl, falecido no passado dia 28 de outubro, um herói aclamado pelo povo timorense, porque há 30 anos filmou um momento trágico na luta pela independência de Timor-Leste, o massacre num cemitério em Díli, e que chamou a atenção ao mundo para o terror que se vivia naquele país.

D. Manuel Linda lançou ainda um repto a todos os presentes, que a Catedral do Porto acolheria com todo o gosto uma celebração por ocasião do Dia da Restauração da Independência.