Covid-19: em maio Santuários em oração com o Papa pelo fim da pandemia

Foto: Vatican Media

Oração do Terço será proposta todos os dias nos canais do Vaticano. O Papa Francisco participará no primeiro e no último dia do mês de maio.

Serão trinta os Santuários representativos de todo mundo que participarão numa autêntica maratona de oração pelo fim da pandemia de covid-19 durante todo o mês de maio. O tema será “De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus”. A iniciativa do Papa Francisco é promovida pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização e tem como objetivo envolver os fiéis, as famílias e as comunidades neste grande tempo de oração com a recitação do Terço durante o mês mariano.

A oração será transmitida ao vivo nos canais oficiais da Santa Sé às 18 horas de Roma todos os dias (17 horas em Portugal). O Papa Francisco participará na primeira oração do Terço, no dia 1 de maio e também na última no dia 31.

Em 2020 a Oração nos Jardins do Vaticano

Recordemos que em 2020, já em plena pandemia de covid-19, decorreu no final do mês mariano, a 30 de maio, a oração do Terço com o Papa Francisco a partir dos Jardins do Vaticano. Uma oração para pedir a consolação de Nossa Senhora no difícil momento de enfrentar a pandemia.

Numa iniciativa do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, estiveram em maio de 2020, com o Santo Padre em ligação direta de intenções e comunhão, santuários marianos espalhados pelo mundo: Lourdes (França), Lujan (Argentina), Guadalupe (México), Elele (Nigéria), San Giovanni Rotondo e Pompei (Itália), o Santuário da Imaculada Conceição em Washington (EUA) e claro o Santuário de Fátima em Portugal.

Nesse Terço rezado no Vaticano há um ano atrás participaram médicos, enfermeiros, doentes curados, famílias em luto, capelães, farmacêuticos, jornalistas e voluntários. Na oração final o Papa rezou:

“Ó Maria, Consoladora dos aflitos, abraçai todos os vossos filhos atribulados e alcançai-nos a graça que Deus intervenha com a sua mão omnipotente para nos libertar desta terrível epidemia, de modo que a vida possa retomar com serenidade o seu curso normal.”

“Confiamo-nos a Vós, que resplandeceis sobre o nosso caminho como sinal de salvação e de esperança, ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria. Amen”

RS