Faleceu D. Anacleto Oliveira, bispo de Viana do Castelo

Foto: Agência Ecclesia

Despiste automóvel na origem do fatal acidente.

No final de sexta-feira, 18 de setembro, fomos todos apanhados de surpresa: na sequência de um despiste automóvel, perto de Almodôvar, na Autoestrada 2 (A2), faleceu D. Anacleto Oliveira, de 74 anos, bispo de Viana do Castelo, único ocupante da viatura.

O secretário e porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, padre Manuel Barbosa, confirmou a triste notícia à Agência Ecclesia.

Entretanto, fonte da GNR, citada pela Lusa, informou que o óbito foi declarado no local e o corpo foi encaminhado para o serviço de Medicina Legal do Hospital de Beja.

Em nota de imprensa enviada à Agência Ecclesia, a Diocese de Viana do Castelo comunica o falecimento “de forma inesperada” do bispo diocesano, convidando a uma “oração reforçada” e à “serenidade e tranquilidade”.

D. Anacleto Oliveira nasceu a 17 de julho de 1946, na freguesia de Cortes, em Leiria, e foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1970; após a ordenação, estudou Sagrada Escritura em Roma e na Alemanha, onde foi capelão de uma comunidade portuguesa durante 10 anos.

Nomeado bispo para auxiliar de Lisboa em 2005, a ordenação episcopal de D. Anacleto Oliveira decorreu no Santuário de Fátima no dia 24 de abril desse ano, presidida por D. Serafim Ferreira e Silva, então Bispo da Diocese de Leiria-Fátima.

No dia 11 de junho de 2010 D. Anacleto Oliveira foi nomeado bispo de Viana do Castelo, o quarto bispo da diocese criada pelo Papa Paulo VI em 1977.

Na Conferência Episcopal Portuguesa, o bispo de Viana do Castelo presidia atualmente à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia para português a partir dos textos originais, que está em curso.

Este verão, D. Anacleto Oliveira assinalou no dia 14 de agosto os 10 anos de bispo de Viana do Castelo e 50 de ordenação sacerdotal.

RS com Agência Ecclesia