Caminhando para uma pastoral de conjunto

O padre Emanuel Brandão, pároco de Valadares e vigário de Gaia Norte sublinha, em declarações à VP, a importância da Visita Pastoral como um “momento de graça” para “tomar consciência” do caráter diocesano da atividade das paróquias e comunidades. Um tempo para “caminhar para uma pastoral de conjunto” em “tempos de mobilidade”.

Na apresentação da Visita Pastoral do bispo do Porto e seus bispos auxiliares à Vigararia de Gaia Norte, especial destaque para o trabalho desenvolvido pelo vigário padre Emanuel Brandão. A ele compete fazer a coordenação da informação e  da organização desta Visita Pastoral. Falou à VP sobre este evento e sublinhou que as paróquias da Vigararia de Gaia Norte estão “a viver um momento de graça” com uma atitude de “acolhimento muito cordial e amigo aos nossos bispos” – disse o padre Emanuel.

O vigário de Gaia Norte assinalou que este acontecimento permite “tomar consciência” do caráter diocesano da atividade das paróquias e comunidades. “Somos Igreja diocesana” – lembrou o padre Emanuel salientando a importância da presença amiga dos bispos naquele território da diocese do Porto. Apontou ainda um segundo objetivo, muito significativo, que é o de procurar “caminhar para uma pastoral de conjunto” pois vivemos “tempos de mobilidade” – afirmou.

O padre Emanuel Brandão destacou ainda a importância desta Visita Pastoral para o trabalho que está a ser desenvolvido com o bispo do Porto com vista à formulação de um plano de ação pastoral no meio urbano a aplicar nas Vigararias de Porto Nascente, Porto Poente e Gaia Norte.

Esta Visita do bispo do Porto e dos seus bispos auxiliares foi anunciada “no início do ano pastoral” – disse o Vigário de Gaia Norte tendo apontado o “envolvimento” dos grupos paroquiais na preparação deste evento. Destacou ainda à VP que “o bispo do Porto vai estar com a sociedade civil” naquele que será “um momento de grande mobilização”.

(RS)