Taizé: oração e testemunho preparando o Encontro Europeu de Madrid

Jovens da diocese do Porto partilharam as experiências vividas com a Comunidade de Taizé antes da sua partida para a capital espanhola

Por Rui Saraiva

Durante os próximos dias, de 28 de dezembro a 1 de janeiro, a cidade de Madrid acolhe pela primeira vez o Encontro Europeu de Taizé. Dezenas de milhares de jovens vão ter uma passagem de ano em partilha, convívio e oração. Juntos na Peregrinação da Confiança sobre a Terra que já percorreu tantas outras cidades europeias nas últimas décadas. Serão 170 paróquias e milhares de famílias a abrir as suas portas com o espírito de acolhimento que caracteriza estes encontros.

São muitos os portugueses que vão por estes dias rumar à capital espanhola. Muitos deles partem da diocese do Porto. Estivemos na Igreja das Taipas no Porto num encontro de oração antes do Natal e que era de preparação para o Encontro Europeu de Madrid. Falamos com alguns desses jovens sobre as suas experiências com a Comunidade de Taizé.

Marlon Rocha, embala com a sua guitarra os cânticos das orações mensais na cidade do Porto. Destaca a simplicidade que se vive em Taizé e sublinha que os cânticos ajudam muito a ir ao encontro de Deus. Taizé foi para Marlon um ponto de viragem na sua vida.

Sónia Costa salienta que em Taizé sente-se em casa mesmo não gostando da comida, numa experiência onde encontra Cristo através dos outros num ritmo de descoberta.

Catarina Sá Couto, é anglicana, diz sentir-se convidada por Cristo para a oração e afirma que em Taizé não se nota que as pessoas têm diferentes confissões cristãs. Foi a Taizé pela primeira vez com 15 anos, algo que foi um marco na sua fé.

Diana Neves diz que Deus vem ao nosso encontro de uma forma tímida, sendo necessário que estejamos abertos a Ele. Recorda Taizé como uma experiência de simplicidade e paz.

Raquel e Rita Santos são irmãs gémeas e nunca foram a Taizé mas participam mensalmente no coro que anima as orações na cidade do Porto. Raquel sublinha a importância dos cânticos e afirma ter sido na paróquia que descobriu as orações de Taizé. Por sua vez, Rita assinala a sua participação no coro e salienta que o ambiente das orações é importante para a sua vivência de fé.

Presentes neste encontro de oração na cidade do Porto dois sacerdotes. O padre José Pedro Azevedo é responsável pela pastoral universitária diocesana e sublinha que o encontro europeu de Taizé é um momento importante para que os jovens encontrem motivos de esperança para poderem confiar num mundo cada vez melhor. O padre Jorge Nunes é o responsável pela pastoral juvenil da diocese do Porto, sublinha os sinais de união entre os cristãos e realça que a sua expectativa é que os jovens encontrem em Deus e em Jesus Cristo o sentido das suas vidas.

Durante o Encontro de Madrid haverá, orações comunitárias em várias igrejas no centro da cidade. Os principais momentos de encontro serão vividos nos pavilhões da Feira de Madrid. Muitos milhares de jovens marcam presença em Madrid. Alguns são portugueses. Todos vivem a Peregrinação da Confiança com a Comunidade de Taizé.