O Papa e o menino argentino: devemos ter a liberdade de uma criança

Foto: Max Rossi/Reuters

Na audiência geral com o Papa Francisco na Sala Paulo VI na quarta-feira dia 28 de novembro um menino argentino quis saudar o Santo Padre e fez caminho pelos degraus acima dirigindo-se a Francisco e aos guardas suíços. O Papa e o Prefeito da Casa Pontifícia, o arcebispo Georg Gänswein, riram-se com o menino e com o seu comportamento alegre. Francisco retirou logo daí uma lição e revelou-a a todos os fiéis presentes falando em espanhol:

“Esta criança não consegue falar, é muda. Porém, sabe “comunicar”, sabe expressar-se. E tem uma coisa que me fez pensar: é livre, indisciplinadamente livre. Porém livre. E leva-me a pensar: também eu sou livre diante de Deus? Quando Jesus diz que devemos fazer-nos como crianças, diz-nos que devemos ter a liberdade que tem uma criança diante de seu Pai”.

(inf: Vatican News)